Pular para o conteúdo
Início » Notícias » Libaneses afastam-se dos bancos e preferem investir em cerveja e gin

Libaneses afastam-se dos bancos e preferem investir em cerveja e gin

Com alguns habitantes do Líbano com dólares parados, as opções são limitadas: deixar o dinheiro parado, investi-lo com possibilidade de perdas significantes ou, como é caso de alguns libaneses, fazer outro tipo de apostas.

Sem acesso às contas com dólares desde o final de 2019, quando a libra libanesa ‘crashou’ e o sistema bancário esteve no centro de protestos políticos, algumas pessoas estão a preferir investir em empresas ligadas à exportação como uma forma de aceder a outras moedas e fazer algo com seus “lollars”.

E, neste cenário, as exportações de álcool, incluindo cervejarias e empresas de gin, tornaram se uma alternativa popular.

“Se investirem comigo hoje os dólares parados devolverei o dinheiro em dólares ‘novos’”, indica Kamal Fayad, CEO da exportadora de cerveja 961 Beer, à agência Reuters.

Ao abrigo de controles informais de capitais, os depositantes ainda podem passar cheques a partir das suas contas com dólares norte-americanos, mas os cheques não podem ser utilizados no mercado estrangeiro. E, caso sejam trocados localmente, o valor pode desvalorizar até 75%.

Os bancos do Líbano limitam o acesso dos clientes aos seus fundos e atualmente pagam cerca de 3.900 libras libanesas pelo dólar, cerca de um quarto do valor da nota no mercado negro.

O empresário Fayad indicou à Reuters que está em negociações com investidores para angariar o equivalente a um milhão de dólares, algo que poderia incluir entre 3 a 4 milhões de ‘lollars’.

“Os investidores preferem correr o risco comigo do que manter o dinheiro no banco, pelo menos estou a fazer algo bom pela indústria. Hoje em dia sou mais seguro do que um banco.”

Já um produtor de gin no Líbano, Andre Malak, responsável pelo gin The Three Brothers, diz que já viu um aumento de 30% no investimento desde o início da crise no país.

O setor financeiro no Líbano tem perdas estimadas de 80 milhões de dólares, de acordo com estimativas citadas pela Reuters. Com receio daquilo que pode acontecer às suas poupanças, muitos libaneses estão também a tentar retirar o dinheiro dos bancos através do pagamento da dívida individual ou de empresas.

Cerveja Libanesa

Deixe um comentário