Cerveja em Foco

Cerveja em Foco Logo Alternativo - Transparente

5 cervejas com café para te surpreender no Dia Nacional do Café

Com toda certeza o café e a cerveja são as bebidas mais consumidas no Brasil, hoje, Dia Nacional do café, separamos cinco rótulos de cervejas nacionais com adição de café que você precisa conhecer.

Certamente muitos poderão achar estranho o uso do café na produção de cervejas, pois, pode parecer estranho se você estiver limitando seu paladar àquela cerveja trincando na mesa do bar da esquina, quase sem muitos sabores, mas com muita refrescância.

A combinação proposta vai desde café com graus de torra diferentes ao próprio grão verde, então já salva o conteúdo e compartilha com seus amigos e pensem em marcar uma degustação com as diversas cervejas que separamos para você conhecer cafés e estilos de cervejas diferentes.

Morada Hop Arábica

Morada Hop Arábica

Essa é uma das cervejas com adição de café que mais fez sucesso no meio cervejeiro desde o seu lançamento. A cerveja foi desenvolvida a partir da parceria entre a cervejaria Morada Cia Etílica e Lucca Cafés Especiais, surgiu uma fantástica Belgian Blond Ale. Uma cerveja muito saborosa, aromática, fruto de um longo trabalho entre a escolha dos ingredientes e o preparo da cerveja. Seu teor alcoólico é de 5%. Ganhadora da medalha de ouro no Festival Brasileiro da Cerveja.

Blondine Volcano Coffee Stout
Blondine Volcano Coffee Stout

Blondine Volcano Coffee Stout

Essa daquelas cervejas do estilo Stout que parecem um “cafézão”. A cerveja Volcano Coffee Stout da Blondine leva na receita cerca de 30 kg de café 100% arábica, moído na hora, para cada 2,5 mil litros de cerveja. A torra do malte enfatiza ainda mais o perfil do café, trazendo também deliciosas e equilibradas notas de chocolate. As notas do café ficam muito equilibradas com o corpo da cerveja e o leve aquecer que o gole proporciona com os 7,5% de teor alcoólico que estão muito bem inseridos nela.

Dica de harmonização: Bolo Floresta Negra

Colorado Demoiselle

Demoiselle foi o nome utilizado por Santos Dummont para nomear um de seus projetos, o avião. O pai do inventor brasileiro era um dos grandes expoentes do cultivo de café no Brasil. Santos Dummont passou sua infância na região da Alta Mogiana (MG).

A cerveja possui um corpo de médio para leve, notas de café e cacau aparecem no aroma e no paladar, uma cerveja muito equilibrada para quem deseja começar a experimentar cervejas escuras com grande sabor de torra.

Seasons Stout Legado Café

Cerveja Seasons Legado Café Stout

A Seasons Legado Stout com café honra as boas parcerias, trazendo uma cerveja feita com o primeiro café agroflorestal produzido de forma sustentável na Amazônia. Uma expressão do terroir amazônico que faz a sua parte para recuperar áreas desmatadas e ajudar dezenas de famílias produtoras.

Essa cerveja faz parte do projeto Legado da cervejaria Seasons e apoia o Idesam e o Café Apuí. Essa cerveja tem teor alcoólico de 6,8%, notas de café e malte torrado no sensorial e harmoniza bem com Tiramissú.

Lohn Bier Catharina Sour Café com Framboesa

A Catharina Sour já faz parte da família de cervejas da Lohn Bier, a cervejaria catarinense com maior distribuição de cervejas do estilo brasileiro.

Lohn Bier Catharina Sour Café com Framboesa

Essa versão é leve, frisante, levemente ácida e fácil de beber. Devido ao corpo baixo e a acidez, a leveza e a refrescância complementam a estrutura sensorial dessa cerveja. As notas do café e da framboesa ficam muito evidentes no aroma, uma cerveja com muita personalidade e com toda certeza, a melhor opção para harmonizar com queijo parmesão. Experimente, tenho certeza que você irá se apaixonar

Deixe um comentário