Cerveja em Foco

Cerveja em Foco Logo Alternativo - Transparente

Como precificar Cerveja de forma Lucrativa


A precificação adequada de cervejas é um fator crucial para o sucesso de bares, restaurantes e estabelecimentos que comercializam essa bebida tão apreciada. Além disso, saber como precificar a cerveja tendo equilíbrio entre preços competitivos e uma margem de lucro saudável é essencial. Neste artigo, além disso, exploraremos algumas estratégias para precificar cervejas de forma eficiente, levando em consideração fatores como custos, concorrência e valor percebido pelos consumidores.

3 regras básicas de como precificar cerveja

Análise de custos e margem de lucro: Realizar uma análise detalhada dos custos envolvidos na produção, aquisição e comercialização é fundamental antes de estabelecer os preços das cervejas.. Isso inclui os custos de matéria-prima, embalagem, transporte, impostos, despesas operacionais e mão de obra. Além disso, é importante definir a margem de lucro desejada para cada produto. Essa análise cuidadosa permitirá uma precificação mais precisa e alinhada com as metas financeiras do negócio.

Pesquisa de mercado e concorrência: Conhecer o mercado e a concorrência é fundamental para determinar preços competitivos. Realizar uma pesquisa de mercado e analisar os preços praticados por estabelecimentos similares ajudará a ter uma noção do valor médio da cerveja no segmento. Além disso, é importante avaliar os diferenciais do seu produto, como a qualidade, variedade, exclusividade e experiência do consumidor, e utilizar esses aspectos como base para estabelecer preços diferenciados.

Valor percebido pelos consumidores: O valor percebido pelo cliente desempenha um papel crucial na precificação da cerveja. É necessário entender como os consumidores percebem a qualidade, o sabor, a marca e outros atributos da bebida. Se a cerveja possui características distintas, como ingredientes especiais, processo de produção diferenciado ou uma marca reconhecida, isso pode justificar um preço mais elevado. É importante comunicar esses atributos aos clientes para que eles compreendam o valor agregado e estejam dispostos a pagar por isso.

Os conceitos da precificação

Muitos empreendedores se perguntam como precificar cerveja para garantir a lucratividade do negócio. Neste artigo, abordamos os conceitos de Lucro Bruto, Lucro Líquido, Margem Líquida, Margem Bruta e como utilizar o Mark-up para estabelecer preços estratégicos nas cervejas.

  • Definição de Lucro Bruto: O Lucro Bruto é o resultado da receita total menos o custo de aquisição das mercadorias. Por exemplo, se você vendeu R$ 10.000,00 em bebidas, com um custo de aquisição de R$ 6.500,00, o Lucro Bruto será de R$ 3.500,00.
  • Definição de Lucro Líquido: O Lucro Líquido é o resultado da receita total menos o custo das mercadorias e todas as despesas da empresa. Isso inclui impostos, salários, despesas fixas e variáveis. Por exemplo, se suas despesas mensais são de R$ 8.500,00 e sua receita foi de R$ 10.000,00, seu Lucro Líquido será de R$ 1.500,00.
  • Cálculo da Margem Líquida: A Margem Líquida é calculada dividindo o Lucro Líquido pela receita total e multiplicando por 100. Utilizando os números mencionados anteriormente, a Margem Líquida é de 15%.
  • Cálculo da Margem Bruta: A Margem Bruta é calculada dividindo o Lucro Bruto pela receita total e multiplicando por 100. Utilizando os números mencionados anteriormente, a Margem Bruta é de 35%.
  • Mark-up: O Mark-up é uma ferramenta importante para calcular a margem de lucro desejada pela empresa. Ele permite estabelecer os preços das bebidas vendidas de forma a evitar prejuízos. Com o Mark-up, é possível visualizar os valores que devem ser cobrados para garantir a lucratividade do negócio.

Ao compreender os conceitos de Lucro Bruto, Lucro Líquido, Margem Líquida, Margem Bruta e utilizar o Mark-up, você estará apto a precificar suas cervejas de forma estratégica, maximizando a lucratividade do seu estabelecimento.

Como calcular o Mark-up para ser mais competitivo na precificação

O cálculo do Mark-up é essencial para negociar com os clientes e estabelecer limites para descontos. Neste artigo, exploraremos os diferentes tipos de Mark-up e como utilizá-los para calcular o preço de venda das mercadorias. Aprenda como precificar cerveja de maneira eficaz e competitiva.

  • Mark-up total: Nesse tipo de Mark-up, todos os custos, incluindo despesas administrativas, impostos e mão de obra, são considerados. A fórmula é o lucro desejado dividido pelo custo total.
  • Mark-up de mercadorias: Esse tipo de Mark-up envolve apenas os custos relacionados ao preço de custo e aqueles diretamente ligados à mercadoria, como frete. É uma opção mais específica para calcular o preço de venda.
  • Mark-up variável: Esse tipo de Mark-up leva em conta os custos, despesas fixas e o lucro desejado. É uma abordagem mais flexível para definir os preços.

Após realizar os cálculos com os diferentes tipos de Mark-up, é importante comparar os preços com os da concorrência para garantir uma atuação competitiva no mercado.

Ao compreender os conceitos básicos do Mark-up e, além disso, utilizar os diferentes tipos de cálculo, você poderá, então, estabelecer preços competitivos para suas mercadorias. Além disso, a análise cuidadosa dos custos, despesas e concorrência é fundamental, dessa forma, para garantir a lucratividade do seu negócio.

Serviço de Chope

Calculando a margem de lucro do preço na cerveja

Fazer o cálculo de margens é essencial para identificar quais produtos têm maior rentabilidade, quais são os mais vendidos e onde estão os desafios em seu negócio. Neste artigo, vamos apresentar a técnica de precificação desenvolvida por Michel Kasavanas e Donald Smith, que classifica os produtos em estrela, cavalo de corrida, quebra-cabeça e cachorro.

Descubra como precificar cerveja estrategicamente:

  • Estrelas: São os produtos com boa margem de lucro e alta demanda.
  • Quebra-cabeças: Possuem boa margem de lucro, mas baixa demanda.
  • Cavalos de corrida: Têm alta demanda, porém, margem de lucro reduzida.
  • Cachorros: São os itens de baixa procura e margem de lucro limitada.

É importante ressaltar que não existe uma margem exata para cada produto, pois é necessário considerar os custos específicos do seu negócio. É fundamental entender sua proposta de mercado, identificar os concorrentes e revisar suas margens para fazer as adaptações necessárias. Não se compare a supermercados se você é um bar, pois seus custos e a experiência de consumo são diferentes.

Ao compreender sua proposta de mercado, conhecer seus concorrentes e analisar cuidadosamente as margens de lucro, você poderá, assim, realizar as mudanças necessárias em seu portfólio. Dessa forma, o objetivo principal é alcançar o maior número possível de “estrelas” em seu mix de produtos, assegurando, assim, uma estratégia de precificação eficiente e lucrativa.

Deixe um comentário