Pular para o conteúdo
Início » Notícias » Produtores japoneses transformam a cerveja que não vendem em gin

Produtores japoneses transformam a cerveja que não vendem em gin

As cervejarias artesanais do Japão encontraram uma forma de reinventar o negócio e de dar nova vida à cerveja que não conseguem vender. De acordo com a Bloomberg, as vendas de cerveja no Japão caíram 26% em volume na primeira metade deste ano, como consequência do fechamento de bares e restaurantes.

Perante este cenário, a Kiuchi Brewery decidiu transformar a cerveja em gin. Segundo a CNN, a cerveja artesanal deste produtor deixa de poder ser consumida quatro a seis meses depois de ser feita, ao passo que o gin não tem prazo de validade. Depois de ver as suas encomendas para o exterior canceladas, os bares sem pessoas e o armazém cheio de cerveja prestes a estragar-se, esta foi a solução encontrada.

Isamu Yoneda, responsável pela Kiuchi Brewery, garante que transformar cerveja em bebidas destiladas não é novidade e que já estão se aventurando na produção de licor ao longo dos anos. Porém, agora, tornou-se uma necessidade para evitar desperdício e um golpe ainda mais acentuado na receita.

A Kiuchi Brewery consegue produzir oito litros de gin a partir de cada 100 litros de cerveja. Para apoiar os seus clientes, está pedindo aos bares para que lhe enviem a cerveja que têm parada nos respectivos estabelecimentos, devolvendo garrafas de 750ml de gin ou gin gaseificado para coquetéis. Os bares têm de cobrir apenas o custo da entrega, o serviço de destilaria é gratuito.

“Queremos manter as cervejeiras e a comunidade dos bares viva”, afirma Isamu Yoneda, acrescentando que o gin que resulta deste processo é mais amargo do que o comum.

A CNN conta que há mais produtores japoneses seguindo a mesma estratégia, como a The Ethical Spirits & Co, que nasceu para transformar saquê em outras bebidas e que viu na crise atual uma oportunidade para fazer o mesmo com cerveja.

Deixe um comentário